sexta-feira, 26 de abril de 2013

Liquidificador de manivela - você tem a força!


Sim, um liquidificador manual, para botar o muque para funcionar e testar seu torque. Confesso que logo que ganhei, pensei "Nunca vou usar. Se não tivesse a versão elétrica, talvez, mas como já tenho..."

Ledo engano. Não sei se é pelo romantismo, pela economia de energia, pela atividade física ou por todas as opções anteriores, mas os sucos de frutas aqui nunca mais foram feitos de outra maneira. Claro que quem tem bracinhos magrelos como os meus não pode querer triturar cebola inteira ou bater amêndoa até virar farinha, mas a traquitana é super útil para muitos dos preparos de todo dia.

Serve também para mostrar para as crianças (e para os adultos de pouca memória) que a engenharia mecânica sobrevive sem a engenharia elétrica, e que um dia tudo funcionou na base da força física. Além disso, quebra um galhão no pique-nique, no acampamento ou na roça, onde a vida funcionará sempre num outro ritmo, senão deixará de ser roça.

Atualização em 3mai: não sei onde meu liquidificador foi comprado (ganhei de presente) e a única coisa que aparece escrita nele é a palavra UNIVERSO. Suponho que seja a marca. Pesquise na internet e verá que é fácil encontrar alguns modelos e variações de cor.

7 comentários:

  1. Onde você achou esta preciosidade Ju?

    ResponderExcluir
  2. Gente, voltei no tempo uns cinquenta anos. Na minha casa tinha um desses a manivela. No interior do Paraná onde eu morava não tinha energia então a geladeira era a querosene e tudo o mais de aparelhos domésticos era manivela. O liquidificador, o moedor de carne, ralador de queijo. Lembro das abacatadas do pé de abacate do quintal. E não era difícil, depois que pegava embalo ia na velocidade 3. Difícil era a largada. Bjs
    Joana

    ResponderExcluir
  3. Onde você encontrou essa preciosidade??? Muito me interessa! Beijos Gabi

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que legal, nem imaginava que existisse isso. Há uns 10 anos minha irmã morava em um lugar sem energia elétrica e a geladeira dela era movida a gás, mas ela não tinha liquidificador, apenas um processador manual.

    ResponderExcluir
  5. Tj

    Moro no litoral. Já havia visto esse modelo de liquidificador nos carrinhos que vendem bebidas na areia. Os ambulantes utilizam para fazer batidas e sucos de frutas. Talvez as pessoas acima encontrem este produto em locais que abastecem estes comerciantes.

    ResponderExcluir
  6. Seria interessante tentar instalar uma correia do eixo da engrenagem do liquidificador ao eixo de uma bicicleta de exercício. Não deve ser difícil e os resultados.... Enquanto você perde calorias, bate a cebola inteira, castanhas, baldes de suco de frutas! Muito legal! Silvia

    ResponderExcluir
  7. Olá, meninas! Que bom que gostaram do liqui a manivela. Não sei onde o meu foi comprado, ganhei de presente, mas pesquisando na internet é bem fácil encontrar modelos variados, inclusive em diversas cores. Vou fazer uma complementação no post dizendo isso, para os próximos que se interessarem.

    Mamma, você é mesmo a MammaGyver. As pernas são sempre mais fortes que os braços, e unindo as duas atividades a gente aproveita melhor o tempo. Genial!
    Beijos e obrigada,
    Juliana.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por comentar.
E se você não tem um blog nem um endereço no gmail, para enviar seu comentário basta clicar na opção "anônimo", logo abaixo da caixa de texto. Mas, por favor, assine seu nome.